Retrospectiva 2011 - Mês: Agosto

Em Esperança, Governador Ricardo Coutinho e ministro assina convênio para a reconstrução da Barragem de Camará


Governador Ricardo Coutinho com os humoristas
Macambira e Querindina, atrás o Prefeito Nobinho
(Reprodução/Divulgação: Marinalva Bezerra)
O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), e o ministro Fernando Bezerra Coelho, da Integração Nacional, firmam nesta segunda-feira (26) dois convênios para obras na área de recursos hídricos. O primeiro convênio foi assinado no Palácio da Redenção, em João Pessoa, no final da manhã. Na ocasião foi firmado um compromisso garantindo a construção do Canal Acauã-Araçagi.. A obra está prevista para começar em janeiro 2012. O projeto foi concebido para ser operado por gravidade, dispensando gastos com bombeamento.

O sistema adutor está projetado para captar água no Açude Acauã (Barragem Argemiro de Figueiredo), no baixo rio Paraíba, e transportá-la até o rio Camaratuba, situado na porção norte da Planície Costeira Interior, cruzando as bacias hidrográficas dos rios Gurinhém (afluente do próprio rio Paraíba, por sua margem esquerda), Miriri e Mamanguape / Araçaji, integrando-as.



Convênios foram assinados para obras na área de recursos hídricos (Foto: Divulgação/José Marques)
Em João Pessoa, Ricardo assinou o primeiro covênio (Foto: Divulgação/José Marques)

À tarde o ministro e o governador seguiram para a cidade de Esperança onde ocorreu, às 15h, a solenidade de assinatura do convênio entre Estado e Governo Federal para a execução das obras da barragem Nova Camará.A Nova Camará está inserida no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II). Quando estiver pronta, a barragem deve abastecer as cidades de Alagoa Nova, Alagoa Grande, Areia, Remígio, Matinhas, São Sebastião de Lagoa de Roça, Areal, Esperança, Lagoa Seca, Algodão de Jandaíra e Montadas, ampliando a oferta d’água para a população destes municípios. De acordo com o governador os dois convênios estão orçados em R$ 933 milhões.


Do G1 PB


Ator Reynaldo Gianecchini é diagnosticado com um linfoma



Divulgação /-Divulgação

Reynaldo Gianecchini (foto de arquivo)

Reynaldo Gianecchini, que está internado no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo,  recebeu diagnóstico inicial de linfoma, um câncer que atinge os gânglios linfáticos.  O ator tem um linfoma do tipo não-Hodgkin. As informações são da assessoria de imprensa do hospital.

Por meio de um comunicado da Central Globo de Comunicação, o ator confirma o diagnóstico e pede o apoio dos fãs.

“Após ser internado com suposto sintoma de Faringite, foi diagnosticado um Linfoma Não-Hodgkin. Estão sendo realizados novos exames para especificação adequada. Estou pronto para a luta e conto com o carinho e amor de todos vocês, Reynaldo Gianecchini”, afirma a nota.

Gianecchini, que tem 38 anos, está internado há uma semana. Segundo o jornal  'Folha de S. Paulo', ele teria contado aos amigos sobre o diagnóstico por email.

Há cerca de um mês o ator fez uma cirurgia de hérnia inguinal. Após o procedimento teve uma reação infecciosa na perna e  outra alérgica. Os gânglios não diminuíram e então os médicos teriam começado uma investigação mais profunda.

Autora deseja sorte
A autora Glória Perez, que há dois anos enfrentou um linfoma com cirurgia e sessões de quimioterapia, falou ao EGO sobre seu processo de superação da doença e desejou força ao ator Reynaldo Gianecchini, que foi diagnosticado com o mesmo problema.

“Vi que o linfoma é do mesmo tipo que o meu, que o da Dilma. Diria ao Gianecchini o que ouvi do Dr. Daniel Tabak, quando fui diagnosticada: uma parte do tratamento cabe a você, e essa parte consiste em se manter obstinado e disposto a vencer o desafio! Força, você vai vencer!”, disse.


O linfoma é um tipo de câncer do sistema linfático, formado por vasos muito finos e por gânglios, que atuam na defesa do organismo. Pode ser classificado em dois grandes tipos: os Hodgkin atingem em sua maioria jovens e pessoas de meia-idade, e os não-Hodgkin, como os de Giannecchini, são 90% dos casos e atingem sobretudo pessoas com mais de 55 anos. Foi o caso também da presidente Dilma Rousseff e da autora de novelas Glória Perez.
  
Gianecchini estava em cartaz com a peça "Cruel", em São Paulo, que teve temporada cancelada. As produtoras do espetáculo, Selma Morente e Célia Forte, divulgaram um comunicado: "Comunicamos que a temporada da peça 'Cruel' está cancelada por tempo indeterminado, por motivo de tratamento médico do ator Reynaldo Gianecchini. Estamos aguardando o laudo oficial da equipe médica do Hospital Sírio Libanês para que a informação seja idônea e precisa. Na certeza da compreensão de todos".

Do Ego

Técnico do Vasco, Ricardo Gomes, tem AVC no meio do clássico contra o Flamengo

O técnico Ricardo Gomes, do Vasco, teve que deixar neste domingo o estádio João Havelange em uma ambulância e ser levado com urgência para um hospital, onde foi diagnosticado um acidente vascular cerebral hemorrágico.
Aos 20 minutos do segundo tempo da partida na qual o Flamengo e o Vasco da Gama empataram em 0 a 0, Ricardo Gomes se sentiu mal e foi atendido pelos médicos do clube, que imediatamente pediram a ambulância.
Ricardo Gomes sofre um AVC hemorrágico; estado do técnico é gravíssimo
O estado do treinador é considerado gravíssimo pela equipe do Hospital Pasteur, no Méier, Rio de Janeiro. Os exames confirmaram que o comandante vascaíno sofreu um acidente vascular cerebral hemorrágico.
A operação do treinador começou às 20h20 e está sendo feita pelo neurocirurgião José Antônio Guasti. O principal objetivo da cirurgia é controlar a hipertensão intracraniana.
O médico do Vasco, Clóvis Munhoz, informou que a intervenção deve durar pelo menos 3 horas. “Ele está em coma induzido e respira por aparelhos. Os médicos vão fazer uma drenagem do coágulo que está na caixa craniana. Não há alternativa, se não operar ele morre. E na cirurgia também pode acontecer o pior. Depois da cirurgia precisaremos esperar pelo menos 72 horas para saber se ele terá sequelas”.
Além da família, estão no hospital o presidente do Vasco, Roberto Dinamite, além de dirigentes do clube, o ex-jogador Geovani e o meia Felipe que falou da preocupação do elenco: “Tá todo mundo triste e torcemos para o Ricardo voltar o mais rápido possível”.
Osmar de Oliveira, médico e jornalista da TV Bandeirantes, disse que conversou com três médicos ligados ao Vasco: “Eles informaram que a tomografia computadorizada acusou que 70% do área do cérebro de Ricardo Gomes estão tomados pela hemorragia. Um outro fato grave é que a ambulância utilizada não tinha UTI, o que é obrigatório, pelo Estatuto do Torcedor”
Ricardo Gomes passou mal por volta de 20 minutos do segundo tempo do clássico entre Flamengo e Vasco, neste domingo. O treinador vascaíno foi, inicialmente, atendido pelos médicos do clube no banco de reservas. Em seguida, com dificuldades de se movimentar, o treinador foi levado para o centro médico do estádio.
Após o atendimento, Ricardo Gomes foi transferido para o Hospital Pasteur, que fica próximo ao estádio.
Em fevereiro do ano passado, quando dirigia o São Paulo, o técnico foi internado com um AVC (acidente vascular cerebral).

0 comentários:

Postar um comentário

Parceria

Parceria